• Imagens

Começou nesta semana a Campanha Nacional 2018 de Vacinação contra o vírus Influenza que é o vírus da Gripe e muitas pessoas tem dúvidas quanto ao assunto. Hoje vamos conversar um pouco sobre isso.

Nem todas as pessoas podem procurar um posto de saúde e receber a dose da vacina. Ela está disponível gratuitamente para um grupo prioritário que incluem os idosos a partir de 60 anos, crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, trabalhadores da área da saúde, professores das redes pública e privada, indígenos, gestantes e mulheres até 45 dias após o parto, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. As pessoas que possuem doenças crônicas ou condições clínicas especiais também tem o direito a receber a imunização, basta apresentar a prescrição do médico no posto de saúde. As pessoas que não se encaixam no grupo prioritário acima citado podem receber a dose da vacina na rede privada que a disponibilizam, pagando pelo serviço prestado.

Vale a pena ressaltar que o Diabetes é uma doença crônica e que todo diabético independente da idade tem o direito de se imunizar gratuitamente. Vá até um posto de saúde mais próximo da sua residência com a sua prescrição médica.

A vacinação acontece todos os anos e temos que nos vacinar mesmo que já recebemos a dose no ano passado. Isso acontece porque as cepas dos vírus Influenza mudam constantemente e a vacina do ano anterior pode não te proteger contra o vírus circulante atualmente.

É muito importante estar bem no dia de receber a dose. Caso tenha febre ou alguma indisposição, adie a aplicação até se sentir recuperado. O seu sistema imunológico deve estar 100% para aproveitar bem a dose de imunização e criar bastantes anticorpos para te defender contra a gripe.

Muitas pessoas confundem gripe com resfriado porque os sintomas são parecidos, mas no resfriado são mais leves e duram menos tempo. Os sintomas incluem tosse, congestão nasal, coriza, dor no corpo e na garganta. Já na gripe, além de todos esses sintomas, inclui a febre que normalmente é alta. A gripe pode levar a complicações posteriores como pneumonia e doenças do trato respiratório, principalmente em idosos e crianças. Por tudo isso, devemos considerar a importância da vacinação contra o vírus Influenza.

Existem pessoas que evitam a imunização por acreditarem que vão ficar gripados ao receber a dose da vacina. Segundo o Ministério da Saúde é impossível ficar gripado recebendo a vacina da gripe porque ela é feita com o vírus morto, sendo assim 100% segura e incapaz de provocar a doença em pessoas que são vacinadas. Após a vacina ser aplicada pode ocorrer no local da aplicação vermelhidão, endurecimento e dor no local da injeção. São reações adversas esperadas, que podem ocorrer de forma isolada, e que passam em 48 horas.

 

 

Fonte: Farmacêutica responsável: Dra. Débora Cristina Vissotho Spinola Oliveira - CRF/SP: 48923-SP