• Imagens

Pé diabético

Os pés são uma região do corpo que merecem muita atenção por parte do diabético. Presença de alterações neurológicas, como perda de sensibilidade; ortopédicas, como deformações ósseas; vasculares e infecciosas, como presença de ulceras e feridas podem levar a lesões graves nos pés e até mesmo a amputações parciais ou totais do membro.

O diabético deve examinar diariamente seus pés e ficar atento a qualquer anormalidade que aparecer, como ulceras, escoriações, micoses. Caso ocorra, comunique imediatamente ao seu médico para avaliação.

Cuidados com os Pés

A prevenção é o melhor “remédio” para que não aconteça nada com seus pés. Cuidados simples devem ser tomados diariamente:

- Lavar os pés com água e sabonete neutro;

- Evitar água quente, escalda-pés, bolsa térmica quente;

- Enxugar bem os pés e entre os dedos;

- Hidratar os pés evitando a região entre os dedos;

- Cortar as unhas retas e não muito curtas, evitando a retirada das cutículas;

- Usar sapatos confortáveis, com meias de algodão e de preferência sem costuras.

Todas essas dicas são cuidados simples, porém muito valiosos para evitar fissuras e pequenas feridas que, pela dificuldade de cicatrização do diabético, podem levar a um agravamento da situação.

Anormalidade nos pés dos diabéticos é uma das complicações da doença que eleva o risco de amputação em 40 vezes comparado à população em geral.

Consulte sempre o seu médico endocrinologista e peça a ele uma avaliação dos seus pés.

Tomando os cuidados necessários, seus pés estarão protegidos e você fica livre das estatísticas negativas da doença.

Fonte: Farmacêutica responsável: Dra. Débora Cristina Vissotho Spinola Oliveira - CRF/SP: 48923-SP